Facebook
Twitter
YouTube
Instagram
SoundCloud
Flickr

Elza Soares eleita mulher-cidadã pela Câmara

Elza Soares eleita mulher-cidadã pela Câmara

A Comissão da Mulher elegeu nesta quarta-feira (20) as vencedoras do prêmio Mulher Cidadã Carlota Pereira de Queirós. A cantora Elza Soares, 87 anos, indicada pelas deputadas Maria do Rosário (PT-RS) e Benedita da Silva (PT-RJ), foi uma das cinco escolhidas que receberão o diploma no dia 26 de outubro.

 

O prêmio concedido pela Câmara dos Deputados é entregue a mulheres que contribuem para o exercício da cidadania, pela defesa dos direitos das mulheres e nas questões de gênero, atributos que Elza carrega consigo desde sempre.

 

“Com um trabalho reconhecido dentro e fora do Brasil, ao cantar o direito das mulheres por uma vida sem violência, Elza leva a luta das mulheres e a bandeira da igualdade por toda parte. Nos inspira diariamente o seu enfrentamento ao racismo e ao machismo”, destacou Maria do Rosário.

 

As outras quatro mulheres vencedoras do prêmio foram Daniela Rodrigues Teixeira, Marina Kroeff, Maria Gabriela Manssur e Raimunda Gomes da Silva.

 

Trajetória — Aos 12 anos, por decisão arbitrária de seu pai, Elza casou-se e, no ano seguinte, tornou-se mãe; que trabalhou como lavadeira e operária; perdeu um filho com apenas 15 anos; e tornou-se viúva três anos depois aos 18 anos.

 

Recentemente, Elza da Conceição Soares foi reconhecida pela BBC de Londres como a cantora do milênio. Elza é a “Mulher do Fim do Mundo”, que dá nome ao seu último álbum. Em 2015, em seu primeiro disco de músicas inéditas, nos brindou com a faixa “Maria da Vila Matilde”, que fala sobre a resistência de uma vítima da violência que afirma que acionará o 180, número de um serviço de denúncia da violência contra a mulher para denunciar seu agressor.

 

Sem comentários Comments

Deixe um comentário

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial